Feeds:
Posts
Comentários
A Luta continua

Lute Alt

De todas as criações da Prefeitura de Osasco nenhuma supera a FITO que, antes mesmo de atingir a maturidade, empolgou o sonho  de nossa gente. Em pouco tempo distinguiu-se, nossa Fundação, como o símbolo da vocação empreendedora de um povo decidido a vencer grandes desafios. (…)Não há osasquense que não se orgulhe da trajetória da FITO. Não há professor ou aluno que tendo passado pelos seus bancos escolares não reconheça a excelência do seu ensino e da sua pesquisa. Eu reverencio meus colegas que seguem no sagrado ofício de ensinar apesar do salário defasado,do não recolhimento do FGTS, da apropriação indébita do INSS,  da carência de condições de trabalho e da  humilhaçao de não saberem se terão espaço e alunos em fevereiro

imagem

PS. Conheça a história completa do premeditado e devastador processo de “Desmonte da FAC-FITO” promovido pelo PT, a partir da posse do prefeito Emídio de Souza, no livro:

BLOG DO GUAÇU PITERI – 5 Anos Sem Fronteiras.

Liraria BookStop /Shopping Plaza Osasco

http://www.bookstoplivraria.com.br/livro/55654050/blog-do-guacu-piteri

Para confirmar a fama de trapalhão, o ministro da justiça, fiel escudeiro da presidente, envolveu-se em mais um imbróglio. Desta vez “… manteve 3 encontros com advogados de réus da Lava Jato” Folha de São Paulo, (14/01/2015; p. A5).

Segundo noticiou o jornal, o ministro teria afirmado aos interlocutores que: “(…) o governo usaria seu poder para ajudar as empresas no STF (Supremo Tribunal Federal), no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e na Procuradoria Geral da República.” Ajudar como?… E por quê?…

Procurador Geral Rodrigo Janot e ministro Cardozo /(Folha de SP)

Ministro e procurador

Não há necessidade de muita reflexão para prever os desdobramentos dessa notícia. O Poder Judiciário que teve sua autonomia colocada sob suspeição, está numa  posição incômoda, para dizer o mínimo. Espera-se que, depois do recesso do carnaval, com a retomada das atividades nos tribunais, algum ministro proteste em defesa da autonomia da magistratura e do Ministério Público.

Dona Dilma, que vem se esfalfando para conseguir o milagre de se esquivar das denúncias de protagonismo nos escândalos do petrolão, ficou literalmente de saia justa (com minhas desculpas aos leitores pelo lugar comum e mau gosto do trocadilho).

Do Congresso Nacional, que tem o dever de protestar em defesa da autonomia dos Poderes da República, nada se pode esperar, além de honrosas manifestações isoladas dos parlamentares que, na campanha eleitoral, não foram financiados, pelas empreiteiras denunciadas. Qualquer ação do colegiado estará prejudicada porque 243 congressistas, (41 por cento do total de senadores e deputados) receberam doações das empreiteiras investigadas.

Joaquim_Barbosa

Em meio a essa submissão à ditadura do Poder Executivo, duas vozes, altamente credenciadas ecoaram em defesa das instituições: O ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, em seu twitter, foi firme e objetivo. Primeiro cobrou da presidente a imediata demissão do ministro José Eduardo Cardozo. Em seguida, respondendo às furiosas críticas do petismo e aliados voltou ao twitter para denunciar: “Os que recorrem à política para resolver problemas na esfera judicial não buscam a justiça. Buscam corrompê-la. É simples assim.”

Joaquim Barbosa – Ex-presidente do STF

Juiz Federal Sergio Moro/(Folha de SP) 

imagem - Sergio MoroDo Paraná, veio a outra mensagem igualmente firme. Na mesma linha de raciocínio de Joaquim Barbosa, o  Juiz Federal Sergio Moro, responsável pelos processos da operação Lava Jato, declarou ser “intolerável que emissários dos dirigentes presos e das empreiteiras  pretendam discutir decisões judiciais com autoridades políticas”. (Folha de SP; 19/02 p A4)

Desta feita, o assédio foi descoberto e denunciado a tempo. A armação redundou num tiro no pé.

Mas o caro leitor acredita, sinceramente, que a busca por facilidades e interferência política vai arrefecer?… Não?… Eu também não acredito. A sabedoria popular ensina que “cesteiro que faz um cesto, faz um cento”. Tudo indica que, com o tempo e o cansaço da opinião pública, a pressão pela impunidade vai recrudescer. Por isso a sociedade civil tem que redobrar a vigilância e a fiscalização para que  os bilhões desviados voltem aos cofres públicos e a justiça seja feita, doa a quem doer.

Manifesto do Sindicato dos Professores

03/04/2011.

Hoje é domingo. Conforme prometi, divulgo os dez itens enumerados pelo SIMPROSASCO denunciando o desrespeito da administração de Osasco com professores e alunos da FITO:

“A FITO VAI PARAR…

A FITO está se transformando na “VERGONHA” da cidade de Osasco-SP. Isto também tem que parar…

O descaso, o abandono e a negligência com que o Exmo. Prefeito Emídio de Sousa tem tratado a FITO beira o descalabro. Vejamos:

  1. Pais e alunos “cheios de barro” em dias de chuva para chegarem até a escola;
  2. Seis salas de aulas interditadas por causa das chuvas que as invadem;
  3. Equipamentos de informática encharcados e inutilizados pelas mesmas chuvas;
  4. Carteiras com mais de vinte anos de uso “remendadas” constantemente pela manutenção;
  5. Banheiros em situação lamentável atentando contra a saúde de todos;
  6. Salas com paredes sujas e pixadas e lousas em péssimas condições de uso;
  7. Pátio cheio de pombos e cães em busca de restos de alimentos;
  8. Laboratórios desatualizados comprometendo o aprendizado técnico;
  9. Professores e funcionários com Arrocho Salarial de 73%;
  10. Êxodo de professores para outras Instituições de Ensino, comprometendo a Instituição FITO.

Todas estas deficiências e outras mais foram encaminhadas em junho de 2010 ao Exmo. Prefeito que empenhou Sua Palavra prometendo debruçar-se sobre as mesmas para providenciar uma possível solução. Pois bem! Tanto fez que até “dormiu” e se esqueceu de acordar…

Existe uma solução para a FITO? Acreditamos que SIM!

Para tanto, basta que o Exmo. Prefeito Emídio de Sousa respeite a dotação orçamentária da cidade e repasse à Instituição os R$ 26.070.086,00 que estão previstos.

Senhores Pais e Alunos! Esta vergonha e este desmonte da FITO tem que PARAR! Juntos, nós temos que exigir os nossos direitos. Escreva, ligue e proteste! Juntos, nós vamos exigir o que está previsto, pois a formação de seu filho depende de nossas ações.

A FITO, uma escola de mais de 40 anos de existência e de tradição, NÃO pode ser abandonada à própria sorte e à negligência do Poder Público.

SINPROSASCO – Sindicato dos Professores de Osasco e Região”

 

 

 

Jorge Lapas determinou o cancelamento das matrículas dos alunos iniciantes neste semestre, na FAC-FITO com a devolução do dinheiro aos matriculados. A notícia é alarmante, mas para quem, como eu, vem acompanhando o desdobramento do processo de decadência da FAC-FITO, não é novidade.

O responsável maior pela devastação da mais conceituada instituição de ensino municipal do Estado de São Paulo é a administração do ex-prefeito Emídio de Sousa que, mediante um plano perverso, delapidou o patrimônio financeiro, cultural e educacional da faculdade que já foi reconhecida como a maior conquista do pioneirismo e da capacidade empreendedora do povo de Osasco.

Este blog vem acompanhando, desde o início, o deliberado processo de destruição da FAC. Siga, comigo, a sequência de apenas alguns dos inúmeros posts publicados neste espaço democrático e saiba, como Osasco está perdendo seu mais importante patrimônio educacional:

1 – Operação Desmonte?

24 de agosto de 2011

Sexta-feira fui dar minha aula semanal na FAC-FITO depois do recesso prolongado pela ameaça da gripe suína. Confesso que fiquei chocado. As salas do primeiro andar, às escuras, em silêncio de velório, deram-me a impressão de que se aproxima o fim de uma trajetória que é orgulho do nosso povo. O quadro desolador trouxe-me à memória a notícia da inesperada visita do prefeito com a comitiva da Unifesp para inspecionar o prédio da faculdade, em junho de 2009. Desde aquela estranha visita corre a notícia de que  instalações da FAC-FITO serão ocupadas por curasos da “Federal”. Será que estão mesmo querendo desalojar a FITO? Por quê  os vestibulares de julho  não foram realizados? Por quê não se investe em equipamentos, laboratórios e biblioteca? Querem que a instituição morra à míngua para justificarem  sua extinção?  Todos queremos a Unifesp, mas não admitimos que a FITO seja prejudicada. Quem conhece a história sabe que seus cursos  sempre foram referência. Ninguém tem o direito de jogar no lixo uma instituição que há mais de quarenta anos vem formando nossos jovens com ensino de qualidade. Enquanto não chegam os esclarecimentos, professores, alunos, funcionários e pais  o direito  de desconfiar das intenções do  prefeito e dos dirigentes da fundação.”

2 -Protesto de professores e alunos

08/05/2010

Hoje, pela manhã, alunos e professores saíram, debaixo de chuva, em passeata de protesto, contra o despejo da FAC-FITO. A manifestação foi pacífica, embora vibrante. De tudo o que se viu, enquanto o grupo deslocava-se até ao calçadão, passando pela Autonomistas, descendo a Primitiva e subindo a Antonio Agu, o que mais chamou a atenção foi o apoio da população que não se conforma com a perspectiva de desmonte da Faculdade que tem mais de quarenta anos de prestação de ensino de qualidade na nossa região.”

3- Enquete

05/12/2010

“Este blog realizou uma enquete a respeito do despejo da FAC-FITO e da instalação da Unifesp. Atentem para o resultado

A Unifesp deve ser instalada em  Osasco?

SIM – 51,5%  – 158 votos; Não – 47,31%; Não sei – 2% – 4 votos

A FAC-FITO deve ser desalojada de seu prédio para instalação da Unifesp?

SIM – 9,61% – 32 votos; Não - 88,89% – 296 votos;  NÃO SEI – 1,5% – 5 votos.”

“4 – Será que merecemos isso?

07/12/2010

FITO foi um sonho que deu certo na única vertente que pode salvar o Brasil: a educação. {…} A triste realidade é que nossa FAC vai morrer à míngua, vítima de incompetência ou de gestão fraudulenta.{…}

07/12/2010

5 – O que nos espera

 07/12/2010

Faltam quinze dias para o fim de ano e ninguém, em sã consciência, sabe qual é o destino da FAC-FITO, a partir de janeiro: vamos permanecer onde estamos? Seremos despejados? {…}

Hoje fui dar aula na fundação que criei há quarenta e dois anos. O quadro é desolador. Professores alunos e funcionários perambulam por corredores escuros, entram em salas de aula mergulhadas na penumbra, tropeçam em carteiras amontoadas pelos cantos … Honestamente, não sei se tenho ânimo para voltar a lecionar no ano que vem.”

“6 – Manifesto dos professores

A Fito vai parar

03/04/2011. 

A FITO está se transformando na “VERGONHA” da cidade de Osasco. Isso também tem que parar.
O descaso, o abandono e a negligência com que o Exmo Prefeito Emídio de Sousa tem tratado a FITO beira o descalabro. Vejamos:
(a seguir, o manifesto aponta os 10 ítens que mostram a calamidade, a  humilção e o desprezo com que o prefeito Emídio trata a instituição de ensino que já foi orgulho dos osasquenses)*”
 SIMPROSASCO – Sindicato dos Professores de Osasco e Região.
Na edição de domingo, este blog vai revelar algumas das irregularidades e segredos do abandon!.
Calma! Aguarde! Por ora só queremos abrir a caixa preta.
* Por falta de espaço vamos enumerar e comentar todos os itens em post a ser publicado oportunamente.

A obra “Sonhar é Preciso – Comunidade e Política nos Tempos da Ditadura” está esgotada, há anos. A Edifieo cogita do lançamento da segunda edição. Enquanto isso, atendendo a solicitação de leitores, concedeu-me, a editora, autorização para publicar  alguns capítulos do livro, neste blog.

A ideia me agrada por um motivo, ou melhor, dois: embora tenha unidade e sequência, a narrativa pode ser desdobrada em capítulos autônomos, sem prejuízo do prazer da leitura e da compreensão do texto.  E, mais importante, o blog é democrático, aproxima as pessoas e, voando nas asas “infinitas da internet”, vai  ao encontro do leitor onde ele estiver.

Para tornar a leitura mais dinâmica, ao estilo da rede social, os capítulos serão, por assim dizer, “fatiados” sem prejuízo do texto original.

Penso que a frequência mais adequada para avançarmos, em ritmo conveniente, seja a de nos encontrarmos neste espaço, toda segunda-feira.

Se essa agenda for do agrado do leitor, podemos começar, hoje, pela transcrição de trecho do capítulo “Gosto da Política”, tema que ganha atualidade graças ao resultado de pesquisa Data folha que aponta:

“71% dos brasileiros não têm partido de preferência” – Folha de São Paulo, p. A4; (09/02/15″).

Para que o leitor possa assimilar a analogia do resultado da pesquisa com o texto do livro, lembro que, pelo Instituto Data folha, em março de 2013, o PT detinha a preferência de 29% do eleitorado, hoje, segundo o mesmo Instituto, conta com apenas 12%. O descrédito em relação aos partidos decorre da desilusão com o PT, que desabou de uma posição privilegiada, (29%), para apenas 12% na preferência do eleitorado.

Leia o que escrevi no livro “Sonhar é Preciso”,  publicado pela Edifieo em julho de 2008 (p. 69), ocasião em que já era  possível prever a queda do apoio popular ao PT, e sua responsabilidade pela falta de credibilidade no quadro partidário:

“No que se refere à incoerência e ao oportunismo na política, a mais recente frustração popular são os escândalos em que se envolveram as lideranças do Partido dos Trabalhadores. Após vinte e cinco anos dedicados à construção da imagem de que tinha o monopólio da ética, o partido chegou ao poder. Infelizmente, parlamentares, dirigentes partidários e membros dos altos escalões do governo petista negaram a pregação de um quarto de século. Os escândalos foram tão chocantes que o Procurador Geral da República, em um único processo, denunciou quarenta dos mais importantes líderes da base governista como incursos em vários crimes. O Supremo Tribunal Federal acolheu a denúncia transformando os acusados em réus. A aura de derradeiro reduto da austeridade levou o PT a suscitar a esperança por novos tempos na vida política brasileira. Quando a esperança foi vencida pelas denúncias de corrupção, largos setores da população, em especial os mais jovens, reagiram com o descrédito em relação às instituições. Essa é a herança mais comprometedora do partido e um violento golpe no processo democrático do país. A responsabilidade do PT extrapola a reconstrução de sua imagem. Seu maior estrago foi o de levar o povo à fantasia de acreditar no discurso negado de seus próprios militantes. A negação do seu discurso afeta a crença na política e na democracia. As práticas fisiológicas de assédio a parlamentares e de loteamento do poder nunca foram tão escancaradas como no governo petista. Jorge Amado resume esse viés oportunista numa frase: O PT ficou igual a qualquer dos outros partidos políticos operários, brasileiros: um saco de gatos”.

 * Processo do mensalão

 

 

 

Quem confia?

J. C. S. Hungria 

[…] Ter dinheiro vivo – em espécie – no colchão não configura crime ou ilegalidade. Mas, agora vem o presidente do Banco do Brasil, Sr. Bendine, e declara que  comprou um apartamento por R$150 mil pago com dinheiro vivo. Em sua defesa, a assessoria diz que ele declarou ao fisco manter “R$200 mil em casa”.

O Nada Ingênuo Holandês Voador que tem uma “graninha” aplicada no Banco do Brasil está com a pulga atrás da orelha: Se essa aplicação é boa qual a razão que o presidente do Bano do Brasil esconde seu dinheiro no colchão?

– Nunca vi, na minha terra, semelhanrte sinuca de bico, desabafa o NIHV.

P.S. – Texto do amigo Hungria postado neste blog em 17/09/2010

Indignação

“Assuntos mais comentados da semana no PAINEL DO LEITOR do jornal Folha de São Paulo de domingo passado:

Liberdade de expressão – 8%; crise hídrica – 7%; pena de morte – 5%”

Ninguém mais se importa com a maior roubalheira da História, que levou bilhões de reais da Petrobras?

Será que o brasileiro perdeu a capacidade de se indignar com a corrupção?

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores